Em luto, aquidauanenses e anastacianos lotam Matriz para se despedir do padre Thiago

Morte do ex-pároco de Aquidauana gerou clima de comoção e tristeza na comunidade

Em clima de comoção geral, aquidauanenses e anastacianos lotaram a Igreja Nossa Senhora da Imaculada Conceição (Matriz), no Centro de Aquidauana, para aguardar a chegada do corpo do padre redentorista Thiago Palmeira Machado, 29 anos, em um local que ele tanto se empenhou para ajudar a trazer benfeitorias como a restauração dos vitrais, entre inúmeras outras.

A morte do jovem padre, que foi o último pároco de Aquidauana, responsável pela administração da Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição entre julho de 2015 e janeiro de 2019, deixou um irreparável sentimento de dor e tristeza nesta terça-feira (05).

Muitos eram os que recordavam da tão recente despedida de Aquidauana, quando a comunidade o viu tão bem e o homenageou antes dele viajar para ser empossado na nova comunidade redentorista do Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Campo Grande, onde faleceu depois de sofrer uma crise de pancreatite seguida de parada cardíaca.

Durante os três anos e meio em que residiu na cidade, conquistou o carinho e a admiração da população aquidauanense e anastaciana, deixando um legado que foi além de trazer ensinamentos religiosos e de ajudar a propagar a fé católica.

Padre Thiago demonstrava preocupação especial com o bem estar da comunidade e as ações solidárias, prestigiava eventos oficiais, teve contribuição fundamental nas campanhas do projeto de restauração dos vitrais da Matriz e de outras benfeitorias e dava atenção especial às crianças, aos animais e aos mais necessitados – caso da enchente do ano passado, como lembrou o prefeito Odilon Ribeiro (PSDB).

“A dor no peito entristece a alma”, definiu o chefe do Executivo aquidauanense, que decretou luto oficial de sete dias e tomou a atitude imediata de cancelar a Feira da Estação Ferroviária desta terça-feira. Em Anastácio, o prefeito Nildo Alves (PSDB) e a primeira-dama Cássia Albres, assim como toda a população da cidade, também se solidarizaram com a inesperada perda, que rendeu inúmeras postagens nas redes sociais. No ano de 2017, padre Thiago foi homenageado com o título de cidadão aquidauanense, concedido pelo vereador Mauro do Atlântico (MDB).

A missa de corpo presente acontece na manhã desta quarta-feira (06), às 10h, na Matriz. Depois, o cortejo seguirá para Curitiba (PR), onde também está prevista uma missa de corpo presente, no Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, antes do sepultamento na capital paranaense.

(*Fotos: momento da chegada do corpo do padre, no fim da noite desta terça-feira – Fernando dos Anjos)