A caminho do Pantanal, médico e esposa morrem em queda de avião

Acidente aéreo ocorreu no início da manhã desta quarta-feira

O médico ginecologista Pedro Arnaldo dos Santos e a esposa dele, Silvana Maria Pizzo dos Santos, morreram após a queda de um avião de pequeno porte nas proximidades do Aeroporto Santa Maria, em Campo Grande, distante 138 quilômetros de Aquidauana, no começo da manhã desta quarta-feira (15). As informações são do Campo Grande News.

De acordo com o portal, Pedro estava pilotando a aeronave, que era nova, em boas condições e tinha serviço de manutenção em dia. O médico acumulava mais de duas décadas de experiência como piloto. O casal havia acabado de sair do aeroporto e seguia para uma fazenda no Pantanal.

O piloto Thales Vilela se encontrava no aeroporto na hora da tragédia. Segundo ele, o avião chegou a sobrevoar 100 metros e deu três voltas em círculo antes da queda em uma área de mata. Houve uma explosão assim que a aeronave tocou o chão. Pedro e Silvana morreram na hora.

Outro piloto ouvido pelo Campo Grande News, Antônio Barbosa Nogueira, disse que também esperava para decolar, mas, por conta do mau tempo, acabou desistindo.

“Não pode sair com esse tempo. Em hipótese alguma o avião deveria ter decolado. Estava com neblina zero”, contou Antônio, 70 anos, sendo 50 anos deles de experiência como piloto.

O acidente mobilizou equipes do Corpo de Bombeiros, que tentavam apagar as chamas até o fechamento da matéria. De modelo Beechcraft Bonanza, o avião foi totalmente destruído com a queda e a explosão.


O médico ginecologista Pedro Arnaldo dos Santos – Reprodução/Facebook
Silvana Maria Pizzo dos Santos, passageira da aeronave pilotada pelo marido – Reprodução/Facebook