Funcionário de escritório morre em acidente envolvendo motorista embriagada em Aquidauana

Mulher responderá por homicídio doloso, quando há intenção de matar. Vítima estava de moto e foi arrastada por 30 metros, segundo populares.

Acidente aconteceu na manhã desta sexta-feira - Reprodução/WhatsApp

Acidente envolvendo uma motorista embriagada resultou na morte do motociclista Vanderci Aparecido Barbosa dos Santos, 47 anos, no início da manhã desta sexta-feira (09), em Aquidauana. O caso aconteceu na Rua Manoel Aureliano da Costa, região central da cidade.

De acordo com informações do JNE (Jornal Notícias do Estado), populares relataram que Rosana Estadulho, 41 anos, dirigia seu veículo GM/Prisma em alta velocidade na via, sentido Sete de Setembro, não respeitou a sinalização de “Pare” e atravessou a Rua Manoel Antônio Paes de Barros, momento em que atingiu Vanderci.

O motociclista foi arrastado por mais de 30 metros até que o carro parasse. Ele ainda chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu aos graves ferimentos e morreu no Hospital Regional Dr. Estácio Muniz, pouco tempo depois.

Além do Corpo de Bombeiros e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), a ocorrência mobilizou equipe do 7º BPM (Batalhão de Polícia Militar), que esteve no local do acidente e atestou a embriaguez da condutora do Prisma. Ela foi apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, no Bairro Cidade Nova, e responderá por homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Vanderci estava a caminho do trabalho. Por mais de três décadas, ele foi funcionário de um escritório de Aquidauana, único emprego que teve. Nas redes sociais, o caso vem gerando revolta na população, que tem publicado diversas mensagens de luto e indignação. O MPL (Movimento Popular de Luta no MS) também divulgou nota lamentando a morte. “Hoje o MPL/FNL tem a grande tristeza de comunicar o luto pela morte do nosso companheiro de lutas Vanderci Barbosa, da direção estadual do MPL, que Deus dê força a toda sua família e amigos companheiros de luta, que tenhamos esse companheiro como exemplo de pai, avô e lutador que sempre foi, que Deus conforte a todos”, lamenta a nota. A vítima deixou esposa, filhos e neto.