Absolvido da acusação de tentar comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, o ex-senador Delcídio do Amaral (PT-MS) pode concorrer ao Senado. Ele foi denunciado pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot no STF (Supremo Tribunal Federal) por ter, na época, foro privilegiado. A sentença é do juiz Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal Criminal no Distrito Federal. As informações são do Correio do Estado.

De acordo com o portal, com a decisão do juiz Ricardo Leite, o ex-senador irá recorrer ao STF para anular os efeitos da inelegibilidade da cassação do seu mandato pelo Senado. Ele poderá concorrer às próximas eleições para senador.

Delcídio poderá usar os mesmos argumentos do senador cassado Demóstenes Torres (GO). O STF autorizou Demóstenes a concorrer as próximas eleições. (*Foto: o senador Delcídio do Amaral, em imagem de arquivo – Valdenir Rezende/Correio do Estado)

COMPARTILHE:

Comentarios

opinaram