Em luta contra doença renal, menino fã da Força Tática da PM ganha surpresa especial de aniversário

Morador de Aquidauana, João Vitor teve a alegria de poder comemorar a data ao lado dos policiais militares da tropa

João Vitor ao lado de seus ídolos da Força Tática - Reprodução/Força Tática

Considerada a tropa de elite do 7° BPM (Batalhão de Polícia Militar), combatendo incansavelmente a criminalidade ao lado das outras guarnições do 7° BPM (Batalhão de Polícia Militar), a Força Tática sempre chamou a atenção do pequeno João Vitor da Silva Andrade, morador de Aquidauana. Ele luta contra uma doença renal e sua história chamou a atenção dos militares da tropa, que decidiram preparar uma surpresa especial e marcaram presença no aniversário do garoto, no último sábado (08).

A batalha de João Vitor começou logo aos 03 anos, quando foi diagnosticado com agenesia do rim direito e hidronefrose – quadro clínico que impossibilitava o funcionamento correto de seus rins. Desde então, ele passou a realizar diálise peritoneal. No início, três vezes por semana, depois, quatro, mas, atualmente, o menino tem necessidade de fazer hemodiálise, tratamento que substitui a função dos rins, de segunda a sábado em uma clínica de Campo Grande, além de ir para São Paulo a cada três meses.

A dura rotina diária tem início ainda às madrugadas, às 04h30, quando o pequeno sai na companhia da mãe, Ana Silva, para só retornarem na hora do almoço. No último dia 05 de junho, segundo ela, João Vitor conseguiu ser colocado na fila de prioridade para o transplante, mas, mesmo assim, a espera ainda pode ser longa. Enquanto isso, a família segue firme na luta, e João, animado com seus planos e sonhos de criança, sendo o principal deles trabalhar como policial militar. “Polícia Militar prende bandido e lugar de bandido é na cadeia. Vou ser policial para proteger as pessoas da minha cidade”, diz o menino.

No último sábado, após retornar de Campo Grande, ele esperava comemorar o aniversário ao lado de familiares e amigos, mas jamais imaginava a surpresa com os sinais sonoros das viaturas se aproximando de sua residência, onde os integrantes da Força Tática se uniram à celebração e deram de presente a farda com o braçal da tropa de elite.

As viaturas se deslocaram com a presença do tenente Jorge Manoel Júnior, comandante da Força Tática do 7° BPM. Conforme o tenente, houve uma programação para a presença no aniversário do pequeno fã da tropa. “Uma equipe estava de folga e se prontificou a homenagear nosso aniversariante, já a guarnição que estava de serviço passou para fazer a surpresa, não ficando mais de 20 minutos, para não prejudicar o patrulhamento, a população não pode ficar sem atendimento”, explica.

Tudo foi autorizado pelo comandante do 7° BPM, tenente-coronel Marcelo Santos do Amaral, que se prontificou de imediato a atender esse pedido especial e mostrar um pouco do lado humano dos policiais. “Isso é o bom sinal do trabalho desenvolvido na nossa região, a ponto de chamar a atenção das crianças, assim como o João Vitor, que já sabe que o nosso papel é servir e proteger à população”, elogiou.

Agora que conheceu os seus ídolos de perto, o menino João Vitor, certamente, não apenas teve a oportunidade única de ver o futuro que tanto almeja, como, também, apresentou uma história que inspirou os próprios policiais militares na missão diária de servir e proteger à população.