Moradora de assentamento é autuada por derrubar árvores ilegalmente para exploração de madeira

Ela recebeu uma multa de R$ 8,5 mil

Árvores nativas da espécie aroeira foram derrubadas ilegalmente - Divulgação/PMA

Uma assentada rural, 33 anos, foi autuada por derrubar árvores ilegalmente para exploração de madeira em sua propriedade, a 40 quilômetros da área urbana de Bela Vista, município distante 231 quilômetros de Aquidauana.

Conforme a PMA (Polícia Militar Ambiental), uma equipe esteve no lote pertencente à mulher e encontrou 17 árvores nativas da espécie aroeira derrubadas sem autorização ambiental.

A madeira proveniente das árvores derrubadas não estava mais no local, mas a assentada se negou a informar o destino que deu ao material lenhoso.

Ela foi autuada administrativamente e multada em R$ 8.500,00. Também responderá por crime ambiental, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção.