Polícia Civil prende jornalista e comparsa por tentarem extorquir prefeito

Dupla foi presa em um hotel

Jornalista e comparsa foram presos nesta segunda-feira - Divulgação/Polícia Civil

O jornalista Danyhaul Dutra Rosário, 32 anos, e um homem identificado como seu comparsa, Anderson Franco de Barros, 24 anos, foram presos por tentarem extorquir o prefeito de Tacuru. A ação foi realizada pela Polícia Civil – por meio da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), que localizou os dois envolvidos em um hotel de Campo Grande, nesta segunda-feira (24), quando tentavam receber uma quantia em dinheiro mediante chantagem.

Conforme informações divulgadas pela Polícia Civil, Danyhaul, também conhecido como Dener, e Anderson exigiam dinheiro para que não fossem publicadas notas referentes a um roubo que o prefeito sofreu na cidade de Dourados. Os comparsas ainda ameaçavam vender material bombástico a inimigos políticos do chefe do Executivo de Tacuru, que, segundo eles, estariam financiando a prática criminosa com a finalidade de afastar a vítima de extorsão do pleito eleitoral no ano que vem.

A atividade jornalística era um meio para ocultar a atividade criminosa. Após ser localizado e preso, Denyhaul confessou o crime e delatou comparsas. Agora, as investigações continuam para que se apure quem são os outros envolvidos no caso. Em orientação sobre esse tipo de situação, a Derf destacou que as vítimas que estejam sendo extorquidas, antes de efetuarem qualquer pagamento, devem entrar em contato através do telefone (67) 3368-6600.