Homem agride familiares, tenta esfaquear PMs e morre após ser baleado em Maracaju

Descontrolado, ele chegou a usar uma barra de ferro para golpear a cabeça da mãe e não se acalmou nem com tiros de bala de borracha

Militares do Corpo de Bombeiros foram acionados e encaminharam o homem ao hospital local, mas ele não resistiu - Robertinho/Maracaju Speed

Um homem agrediu familiares, tentou esfaquear policiais militares e foi morto após levar tiros de bala de borracha e arma de fogo, no início da manhã desta segunda-feira (11), em Maracaju, município distante 216 quilômetros de Aquidauana. As informações são do Campo Grande News.

Segundo o portal, Leandro Vitor da Silva, 32 anos, tinha voltado do trabalho na fazenda durante a manhã de domingo (10). A esposa contou que ele chegou em casa alterado, com supostas alucinações e afirmando que precisava matar um homem conhecido como “Gaúcho”.

Já na manhã desta segunda-feira, após Leandro dizer que iria dar um volta com o filho de 03 anos, a companheira tentou impedi-lo e acabou sofrendo empurrão. Na sequência, a mãe do homem também agiu para evitar que ele saísse com a criança, momento em que o filho a golpeou com uma barra de ferro na cabeça.

Desesperada, a família saiu para buscar ajuda com vizinhos, que acionaram a PM (Polícia Militar). No entanto, mesmo com a chegada da equipe, Leandro não se acalmou, pegou um facão e tentou atingir os policiais.

Balas de borracha foram utilizadas para conter a injusta agressão, mas nem elas tiveram impacto suficiente para acabar com a fúria do homem. Diante da situação, com Leandro tentando desarmar os policiais e conseguindo agredir dois deles, foi necessário que a equipe efetuasse um disparo de arma de fogo na sua perna.

Militares do Corpo de Bombeiros foram acionados e encaminharam o homem ao hospital local, mas ele não resistiu aos ferimentos. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Maracaju.