Médico paulista é autuado após ser flagrado com 50 quilos de pescado ilegal

Ele disse que tinha feito pescaria no estado vizinho de Mato Grosso

Pescado foi encontrado em duas bolsas térmicas - Divulgação/PMA

Um médico paulista foi autuado após ser flagrado com 50 quilos de pescado ilegal, na noite desta terça-feira (10), no entroncamento das rodovias BR-359 e MS-135. Ele não apresentou licença ambiental e nem a GCP (Guia de Controle de Pescado).

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), uma equipe de Costa Rica realizava fiscalização e abordou a caminhonete Toyota/Hilux do médico, 27 anos, morador de Jaborandi (SP).

Ele mostrou uma bolsa térmica contendo cerca de 15 quilos de peixes e informou que tinha feito pescaria no estado vizinho de Mato Grosso, no entanto, não apresentou nenhuma comprovação de origem. Os policiais vistoriaram o veículo e encontraram outra bolsa térmica, com, aproximadamente, 35 quilos de pescado.

Diante da situação, a equipe efetuou auto de infração administrativo e aplicou multa no valor de R$ 1.700,00 contra o médico. Os peixes foram apreendidos e, depois de periciados, serão doados para instituições filantrópicas.

Ainda conforme a PMA, a falta de vistoria e lacre não configuram crime, mas, sim, infração administrativa, com previsão de multa e apreensão do produto da pesca. A multa é de R$ 700,00 a R$ 100 mil, com mais R$ 20,00 por cada quilo do pescado ilegal.