Com problemas de saúde, Raul Freixes tem prisão domiciliar concedida pela Justiça

Ex-prefeito de Aquidauana e ex-deputado estadual está preso desde o último dia 11 de março

O ex-prefeito de Aquidauana e ex-deputado estadual Raul Freixes - Arquivo Expresso MS

A Justiça converteu para domiciliar a prisão do ex-prefeito de Aquidauana e ex-deputado estadual Raul Freixes, nesta segunda-feira (10), por conta de problemas de saúde. Ele estava cumprindo a pena no Centro de Triagem Anizio Lima, em Campo Grande.

De acordo com a esposa de Raul, a advogada Vanessa Arguelho, o quadro clínico do marido vinha se agravando a cada dia.

“Ele estava tendo desmaios e convulsões com frequência, eu estava temendo pela vida dele, poderia vir a óbito a qualquer momento”, disse a advogada ao JNE (Jornal Notícias do Estado).

Preso desde o último dia 11 de março, em mandado de prisão expedido pela Justiça de Aquidauana e cumprido pela PM (Polícia Militar), Raul Freixes passou mal na mesma data e precisou ser atendido em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Posteriormente, ele já passou pela Depac Centro (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), por uma cela especial na 3ª Delegacia de Polícia Civil, no Bairro Carandá Bosque e, por último, pelo Centro de Triagem Anizio Lima, em uma cela destinada a presos com ensino superior.

Raul Freixes foi preso por conta de uma ação penal movida pelo MPE (Ministério Público Estadual), por intermédio da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social de Aquidauana, contra ele e Carlos Augusto Paim Mendes, quando exerciam, respectivamente, os cargos de prefeito e secretário de fazenda e administração do município. A condenação é datada de 19 anos atrás.