Na Câmara de Campo Grande, Puccinelli visita aliados e não descarta concorrer à Prefeitura

Ex-governador, porém, deixou claro que "não é a sua vontade"

Visita do ex-governador André Puccinelli (MDB) agitou a Câmara de Vereadores de Campo Grande durante a manhã desta segunda-feira (25). O emedebista teve a atenção disputada por quem estava na Casa de Leis, sendo parado para abraços e fotos. As informações são do Mídia Max.

Segundo o portal, Puccinelli afirmou que foi ao local para visitar “um amigo, pessoa física”. Ele prestigiou ao menos dois gabinetes do Legislativo, pertencentes aos vereadores Lester Nunes e Wilson Sami, ambos, a exemplo do ex-governador, emedebistas e médicos.

Puccinelli conversou com a imprensa após sair do gabinete de Sami, oportunidade em que revelou não estar interessado em disputar novamente uma eleição. No entanto, dependendo da situação, ele não descartou completamente a possibilidade.

“Não é minha vontade ser candidato. Eu já não fui candidato ao Senado. Não existe pretensão, vontade minha. Mas, se por acaso, por algum motivo, o partido pressionar e eu viesse a ser candidato, eu não seria a vereador ou a deputado estadual. Poderia ser aos outros quatro cargos: governador, senador, federal ou prefeito. Poderia ser. Não quero, não pretendo”, afirmou Puccinelli. (*Foto: ex-governador ao lado do também médico Wilson Sami – Richelieu Pereira/Mídia Max)