Herculano Borges lamenta morte de pastora de Aquidauana: “mais uma vítima de feminicídio”

Recentemente, no aniversário da cidade, deputado estadual entregou a documentação que oficializa o projeto Família Vitoriosa, da pastora Cida, como utilidade pública estadual

Projeto da pastora Cida foi declarado de utilidade pública estadual - Assessoria/Deputado Herculano Borges

Durante a sessão ordinária desta quarta-feira (28), o deputado estadual Herculano Borges (Solidariedade) pediu a palavra para lamentar a morte da pastora Rose Meire Fermino de Andrade Mendonça, 48 anos, conhecida como pastora Cida. Ela foi assassinada a tiros na Igreja Pentecostal Bandeira da Vitória, no Bairro Nova Aquidauana, na noite desta terça-feira (27). O autor dos disparos foi o ex-marido da pastora, Carlos Alberto Mendonça, 58 anos.

“Estamos de luto pelo assassinato de minha amiga pastora Cida. Infelizmente, ela foi mais uma vítima de feminicídio no nosso Estado. É com muito pesar que faço a leitura dessa moção, que Deus conforte o coração dos familiares, o filho dela se casaria nesta sexta-feira”, disse o parlamentar.

Quase duas semanas atrás, no dia 15 de agosto, aniversário de Aquidauana, Herculano esteve na cidade e entregou a documentação que oficializa o projeto Família Vitoriosa, fundado em 2009 e mantido pela pastora Cida, como utilidade pública estadual. A iniciativa presta apoio às famílias, especialmente às crianças em situação de vulnerabilidade social, no Bairro Nova Aquidauana.

Na oportunidade, o deputado destacou que se identificou com o trabalho social realizado e que o projeto acontece em uma região que precisa muito do apoio do poder público, portanto, com a declaração de utilidade pública, o objetivo foi proporcionar que a instituição pudesse buscar emendas e parcerias, melhorando o atendimento oferecido.

“Infelizmente, uma tragédia na vida da pastora Cida e das famílias que dependiam dos trabalhos. A gente não sabe qual o futuro desse projeto daqui para frente”, lamentou Herculano, lembrando que o legado de amor ao próximo deixado por ela serve de exemplo para todos aqueles que se dizem cristãos.

O velório da pastora deve acontecer a partir do início da tarde desta quarta-feira (28), na capela da Pax Universal de Aquidauana, no Bairro Alto.