Ministro da Saúde e cantor Michel Teló participam de campanha de vacinação em MS

Cantor é embaixador do Movimento Vacina Brasil

Lançamento aconteceu na manhã desta segunda-feira - Reprodução/Facebook

Embaixador do Movimento Vacina Brasil, o cantor sertanejo Michel Teló participou do lançamento da campanha de vacinação contra a hepatite viral, na manhã desta segunda-feira (22), em Campo Grande, ao lado do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O vídeo de incentivo à campanha foi gravado na Capital de MS e tem como slogan “Ai se eu te pego, Ai se eu te vacino”, em alusão à música de Teló que se tornou um dos grandes sucessos internacionais da década.

“Resolvi ser embaixador porque é um motivo muito nobre, vim aqui para Campo Grande, na minha terra para falar desse assunto, conscientizar os pais. Eu, que me tornei pai há três anos, acho importantíssimo prevenir doenças através da vacinação, eu e a Thais, a gente mantém a carteira de vacinação dos nenéns sempre em dia, é importante essa conscientização”, disse o cantor, que é casado com a atriz Thais Fersoza, ao Correio do Estado.

No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. Existe, ainda, o vírus D, mais frequente na Região Norte e que, para causar infecção, precisa da presença do vírus tipo B (HBV). Muitas pessoas são portadoras do vírus B ou C e não sabem.

Em muitos casos, não há nenhum sintoma e isso aumenta os riscos da infecção evoluir e se tornar crônica, causando danos mais graves ao fígado, como cirrose e câncer. Por isso, é importante ir ao médico regularmente e realizar os exames de rotina, que detectam as hepatites. Este cuidado é ainda mais importante nos casos de pessoas que não se imunizaram para hepatite B, ou que têm mais de 40 anos e que podem ter se exposto ao vírus da hepatite C no passado (transfusão de sangue, cirurgias).

Recursos

Além da gravação da campanha de vacinação ao lado de Michel Teló, a agenda do ministro Mandetta em seu estado natal também marca o anúncio de novos recursos para Mato Grosso do Sul na ampliação a assistência à saúde da população.