Em Aquidauana, equipes das ESFs também vão de casa em casa para vacinar idosos contra gripe

Por conta da pandemia do novo coronavírus, estados e municípios têm adotado estratégias para diminuir concentração de pessoas na campanha do Ministério da Saúde

Equipe da ESF Vila Pinheiro vacinou idosos do Asilo São Francisco - Divulgação/Agecom

Equipes das ESFs (Estratégias de Saúde da Família) de Aquidauana deram início à Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe, que, nesta primeira etapa, tem como públicos prioritários os idosos e os trabalhadores da saúde.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, em que estratégias vêm sendo adotadas por estados e municípios para diminuir a concentração de pessoas, a Prefeitura de Aquidauana – através da Secretaria de Saúde – decidiu pela vacinação domiciliar, assim como vem acontecendo em Anastácio.

Desta forma, a orientação da Administração Municipal é para que as pessoas com mais de 60 pessoas, que integram o chamado grupo de risco da Covid-19, permaneçam em quarentena. As equipes das ESFs, devidamente uniformizadas para facilitar a identificação, farão as aplicações de casa em casa.

A Secretaria de Saúde de Aquidauana está recebendo as doses em forma fracionada, mas destacou a garantia do Ministério da Saúde de que todas as etapas da campanha serão realizadas, ou seja, haverá vacina garantida para todos que precisam tomá-la.

Mesmo durante uma pandemia do novo coronavírus, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que é especialmente importante que o público-alvo da campanha contra a gripe receba a vacina, apesar de a dose não imunizar contra a Covid-19.

Ao proteger a população da influenza, motivo pelo qual muita menos gente necessita de hospitalização, o sistema de saúde pode reservar esforços para o tratamento de quem está infectado pelo novo coronavírus. Naturalmente, a campanha também agiliza o raciocínio dos médicos caso as pessoas apresentem sintomas e cheguem avisando que já foram vacinadas contra a gripe.